quarta-feira, 30 de junho de 2010

Banco de... Molas?!


Um dia desses nossa Kombi estava quebrada (coisa rara! Novidade! Ui) e na oficina onde meu marido a levou, tinha em um canto esquecido um monte de pedaços de molas de caminhão jogadas. Então me recordei dessa imagem, que eu já tinha em meus arquivos, mas não sabia de onde tinha tirado. Aí, fuçando o site SMALL PLACE STYLE, eis que me deparo novamente com essa maravilha. Olha bem que coisa lindaaaaaa! A cozinha toda é fofa, na verdade, com esse ar rústico, a ilha que também é balcão de refeições, madeira patinada, essas luminárias... Esse chão, quase que parece a nossa boa e velha ardósia. Rsrs! Mas esses bancos de molas são muito lindos. Meu marido disse que não é difícil achar essas molas em Ferros Velhos e que nem devem ser muito caras. Algumas, inclusive, não se prestariam a mais nada mesmo, mas para os banquinhos lindos aí da foto, dá! Reaproveitamento, meu bem!
Enquanto isso, na minha obra, essa semana, vai chegando alguns materiais, bem devagar, porque o mestre de obras, essa semana está trabalhando na laje da casa dele. Ninguém mandou eu (leia-se meu ex-patrão) demorar com o material, certo. Então, o material vai chegando e a gente vai se virando para arrumar alguém para colocar para dentro. Depois falo mais sobre isso e junto umas fotinhas. Semana que vem, acredito, a obra vai voltar com força!
Euzinha estou, hoje, oficialmente desempregada. Ontem tivemos uma cena lamentável, meu patrão e eu. Ele não quis entender que não posso ficar em casa sem receber ao menos seguro desemprego, e que preciso de meus documentos liberados para conseguir outro emprego e ficou, como eu diria... Nervoso. Com muita ignorância, mandou fazer minha rescisão, como se fosse um absurdo muito grande eu está pedindo isso. E depois de 5 anos trabalhando juntos, eis que, pela primeira vez nessa minha muito curta vida, tenho problemas com uma empresa. Saí de lá chorando, passei mal. Foi péssimo.
Gosto muito dele, sabe, pois é um bom homem, mas está numa fase péssima. Gostaria de ajudá-lo de alguma forma, mas dessa seria impossível para mim, com três filhos. Realmente, eu preciso de minha rescisão, para entrar com o seguro desespero (opa), quero dizer, desemprego.
Mas agora, vida nova! Estou bem e vou ficar um pouco quieta até o dia da rescisão. Enquanto isso estou com meus filhos. Ah, hoje também tive notícias de um outro serviço para fazer em casa mesmo, no computador e, se der certo e for legal, vou ficar por aqui mesmo, olhando meus filhos de perto e cuidando de minha casa também. Torçam por mim!

2 comentários:

Maria Luiza disse...

Janaína,

Amei esses bancos!
Molasss....lá vou eu!!!!

Obrigada!

Bjs

Ellen Daiane disse...

è realmente uma idéia bem interessante.... o povo realmente é criativo...bjoooossss